Publicidade Venus Creations

 

 

Versão Original
(Abre numa nova janela)

English Version

Version Française

 

CRÓNICA DA ILHA

SÁBADO 16 DE JUNHO DE 2018  

As semanas que se passaram foi de preparação para o Bodo de leite de Santo Antão e Topo. Em Santo Antão o Sr. Paulo Avelino é que foi mordomo da festa. Na Vila do Topo o Sr Gilberto Canto é que foi o mordomo da festa e também do bodo de leite, algo que acontece poucas vezes alguém querer pegar no Jantar da festa e no Bodo de Leite no mesmo ano.

Nesta altura, na minha modesta opinião, muitos são aqueles que ajudam ora seja com gado ou até com trabalho na sua preparação. Por cá háuma grande fé no Espírito Santo como muitos presenciam, e o seu louvor que contagia a população desta zona, e ilha, e que nos leva a viajar. Traz aqueles que estão longe, que vêm ver a família e amigos, outros para pagar as promessas que a sua vida e destino lhes deram, e outros ajudam com o que é preciso para dar o jantar para 3,4 centenas de pessoas.

Mais moderno ou mais tradicional, cada um do seu jeito faz o melhor que sabe e que pode para esta tradição se ir mantendo por cá.

Com lendas e com estórias que animam quem cá está, vai-se percorrendo o caminho de há muitos anos começado tal como se faz nos dias de hoje.

Diga-se que é muito trabalho. Desde cozer o pão, de preparar a carne, as mesas, as refeições diárias para quem lá trabalha, as touradas, os bailes e tantas outras coisas que é preciso para estas festas.

Todos o fazem por amor á camisola, num maneira de distração e de convívio sendo esses dias mexidos que por lá se vivem. Tudo está limpo, os caminhos, os centros da Vilas limpinhos e organizados já com algumas tascas como é habitual nestas situações.

Desejo a estes e próximos mordomos a abundância e saúde e que tudo corra da melhor maneira sendo que o Espírito Santo os proteja neste caminho que é a vida.

Para todos os outros que não conhecem estas tradições é algo que deviam experimentar e vir ver para crer, vendo que nas nossas vilas pequeninas em população também se faz coisas boas e de bom Coração. Acrescento que aqueles que tem saudades destas tradições e da sua terra a melhor maneira é voltar cá e conviver com este povo maravilhoso.

Texto de
Maurício Carlos de Jesus

 

Clique aqui para ler mais notícias

Contactos - Política de Privacidade - Termos de Utilização
© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.