Publicidade Venus Creations

Número de Visitantes:
 1345395

 

CONCURSOS
Vote no seu:

Artista preferido

Álbum preferido

Amor de Artista 2000


Amor de Artista 2001
 


Amor de Artista 2002


Amor de Artista 2003


 Amor de Artista 2004


 Edição Quinto Aniversário


Fátima Toste

Google
 

Johnny Concord

 

Versão Original
(Abre numa nova janela)

English Version

Version Française

 

VISITE OS NOSSOS PATROCINADORES


Amar


Classic Photography


Video Silva

Últimos Comentários
(Ver Comentários)

(Adicionar Comentário)

 

QUARTA 20 DE NOVEMBRO DE 2019
COMUNIDADE PORTUGUESA

Graciosa Community Center recorda tradição

Texto e fotos de Avelino Teixeira

Fundado em 1980 por Aldevino Ivo, no sábado, 16 de novembro, levou a efeito o abate suíno. Foi um abate simbólico pois apenas foram servidos os saborosos alimentos, derivados do animal, a sócios e simpatizantes que encheram por completo o acolhedor salão daquele imponente baluarte graciosense.

(Clique aqui para ler mais...)


 

TERÇA FEIRA 19 DE NOVEMBRO DE 2019
COMUNIDADE PORTUGUESA

Noite de Fado na Casa dos Açores do Ontário

Texto de Avelino Teixeira

Espetáculo organizado por Mathew Correia para angariar fundos para o Grupo Folclórico Pérolas Do Atlântico da Casa do Açores Do Ontário, de cujo é Diretor para ajudar na sua possível deslocação em 2012 à Ilha de S. Miguel e Ilha Terceira por altura das festas da Praia da Vitória a convite do Presidente daquela Edilidade.

(Clique aqui para ler mais...)


 

TERÇA FEIRA 19 DE NOVEMBRO DE 2019
COMUNIDADE PORTUGUESA
O estranho caso do englobamento pífio

Ricardo Paes Mamede

Nos últimos dias andámos entretidos como uma discussão política vazia. No programa de governo, o PS propõe-se "caminhar no sentido do englobamento dos diversos tipos de rendimentos em sede de IRS, eliminando as diferenças entre taxas". A intenção é vaga, mas foi suficiente para levantar um coro de protestos entre quem mais beneficia de um sistema fiscal injusto.

(Clique aqui para ler mais...)


 

SEGUNDA FEIRA 18 DE NOVEMBRO DE 2019
COMUNIDADE PORTUGUESA
Na hora dos lobos

Viriato Soromenho Marques

Na ação governativa emergem os sinais de arrogância e de expedita interpretação instrumental das leis. Como se ainda vivêssemos no tempo da maioria absoluta de um primeiro-ministro, que o PS apoiou entusiasticamente, e que hoje - acusado do maior e mais danoso escândalo político do último século - tem como único álibi perante a justiça provar que nunca foi capaz de viver sem o esbulho contumaz do pecúlio da família e dos amigos. Seria de esperar que o PS, por mera prudência estratégica, moderasse a sua ação, observando estritamente o normativo legal.

(Clique aqui para ler mais...)


 

DOMINGO 17 DE NOVEMBRO DE 2019
OPINIÃO
Ler e/ou escrever

Maria do Rosário Pedreira

Há muitos anos, recebi um original de ficção de uma autora estreante que pedia uma opinião absolutamente sincera sobre a sua obra. Designar por "obra" o que ainda não devia passar de um rascunho fez-me logo pensar em ego inflamado. Por isso decidi que, se a resposta fosse negativa, não entraria em detalhes, sob o risco de o castelo de cartas cair com demasiado estrondo.

(Clique aqui para ler mais...)


 

SÁBADO 16 DE NOVEMBRO DE 2019
OPINIÃO
Inimigos íntimos

Por Ruy Castro

Hiroo Onoda não acreditou que a Segunda Guerra tivesse acabado. Já Bolsonaro e Lula nunca deixarão que sua guerra imaginária termine.

A história é conhecida. Em dezembro de 1944, com a Segunda Guerra ainda à toda, Hiroo Onoda, 22 anos, tenente do Exército Imperial Japonês, foi mandado com seus camaradas para a ilha Lubang, nas Filipinas, a fim de explodir portos, sabotar campos de pouso e tentar deter com táticas de guerrilha o avanço dos Aliados - ele próprio um especialista em atacar de surpresa, fugir correndo e se esconder na selva. Seu superior, o major Yoshimi Taniguchi, foi claro:

(Clique aqui para ler mais...)


 
SEXTA FEIRA 15 DE NOVEMBRO DE 2019
OPINIÃO
O interior não precisa de políticos

Anselmo Crespo

Em 2004, Pedro Santana Lopes foi alvo de chacota política por ter decidido deslocalizar algumas secretarias de Estado para outras regiões do país, que não Lisboa. Jorge Sampaio, à época Presidente da República, nem deu tempo para que se abrissem os caixotes todos. Fez cair o Governo de Santana, convocou eleições e... as secretarias de Estado lá voltaram todas para Lisboa outra vez.

(Clique aqui para ler mais...)


 


 

Últimas Visitas
(Ver Livro de Visitas)

(Assinar o Livro de Visitas)

 1345395

Contactos - Política de Privacidade - Termos de Utilização
© Venus Creations. Todos os Direitos Reservados.